Professor

Cartas aos Professores

Prezado Professor,

Antes de qualquer coisa, precisamos expor nossa felicidade e gratidão de sua participação e confiança nesse projeto. Afinal, existem poucas profissões tão nobres e, ao mesmo tempo, tão subvalorizadas quanto esta: abdicar parte de seu tempo livre, por vezes tão escasso, a esse projeto paralelo ao currículo acadêmico padrão. Isso significa muito para todos nós, da equipe do XIII MIRIN. Gostamos de encarar o MIRIN como uma oportunidade aos delegados, aos seus alunos, de encarar debates com viés acadêmico intenso, sobre regiões e/ou temas de interesse internacional, muitas vezes, infelizmente, pouco abordado pela grade horária do Ensino Médio comum. Nesse sentido, o seu papel como professor orientador é crucial, podendo ser dividido em dois momentos específicos: Na preparação ao evento e durante o mesmo.

Na primeira etapa, ao ler o Guia de Estudos preparado por nossos diretores, é bastante comum surgirem dúvidas e/ou instigar – como nos alegra saber quando isso ocorre! –a curiosidade sobre o tema abordado. Ao passo que os delegados são bem vindos e encorajados a entrarem em contato com seus diretores antes do evento, buscando tirar possíveis dúvidas, é mais do que bem-vindo, é necessário, esse contato aluno-professor para o melhor desenvolvimento acadêmico do delegado, seja na forma de esclarecimentos sobre o tema, seja com sugestões de leitura extra para uma compreensão mais ampla do tema: O Guia de Estudos é pensado, afinal, como forma de estímulo inicial – e forte –  ao tema, sendo imprescindível a pesquisa paralela dos delegados, das posições de seu próprio país quanto de fatores paralelos que possam lhes ajudar nos debates.

Na segunda etapa, durante o evento, a figura do Professor-Orientador ganha um destaque especial: É aquele porto seguro aos quais os delegados podem contar na hora do aperto, afinal, os debates sempre serão intensos. Aquela ajuda com uma fonte específica, dicas de argumentação, organização e até mesmo o simples apoio moral, por vezes subestimado mas crucial para o sucesso de qualquer delegado.

Como não poderia ser diferente, durante o evento, o contato entre Professores, o Vice-Secretário Acadêmico, a Coordenadora Acadêmica e o Secretário-Geral será intenso, trocando-se informações, retornos sobre o andamento e atuação dos  delegados dentro dos comitês, sobre o evento em si, em termos de áreas que podem ser melhoradas durante o MIRIN e para as próximas edições. Dessa forma, mais uma vez agradecemos profundamente a boa vontade e o engajamento dos senhores: Uma grande simulação não se faz, como se crê, somente com diretores e delegados engajados, mas também depende da integração entre estes dois últimos e os professores orientadores!

Aguardando-os para o XIII MIRIN,

EQUIPE XIII MIRIN